O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello, relator de ações que discutem a validade da prisão após a condenação em segunda Instância, votou para que o atual entendimento da Corte sobre o tema seja alterado. Assim, o relator defende que o início do cumprimento da pena ocorra apenas após o esgotamento de todos os recursos em última Instância. Durante seu vo...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários