O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin defende que o PSDB assuma papel de oposição à gestão de Jair Bolsonaro (PSL), que classifica como exitosa nas medidas de controle da situação fiscal do País, mas problemática na radicalização de pautas ideológicas. "Infelizmente, o partido não referendou quem entrou no governo, pediu que pedissem licença, mas também não se c...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários