O áudio de uma reunião no Ministério Público de Minas mostra o procurador de Justiça Leonardo Azeredo dos Santos reclamando enfaticamente do seu contracheque de R$ 24 mil. Um ‘miserê’, segundo ele.  ‘Como é que o cara vai viver com 24 mil reais?’, questiona Azeredo ao procurador-geral de Justiça Antônio Sérgio Toné durant...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários