Os ministros da 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) confirmaram, por maioria, nesta sexta-feira (1º), que presos perigosos devem ser mantidos em presídios federais, no regime disciplinar diferenciado. Se a decisão fosse derrubada, 55 chefes do tráfico de drogas e milicianos, como Nem da Rocinha e Fernandinho Beira-Mar, poderiam voltar para o Rio de Janeiro. Os minist...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários