O advogado do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), Leandro Manzano ressaltou que o Ministério Público Federal emitiu parecer dizendo que se o pedido para a oitiva acontecer na sede do Tribunal Regional Federal 1ª Região (TRF 1)  em Brasília, abriria precedentes para que outros prefeitos também o fizessem. Desde o início da tarde a Polícia Federal procur...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários