Uma liminar da Justiça do dia 26 de junho determina que o prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia Leite Neto, exonere servidores comissionados que se possuam algum parentesco com parentes que trabalham em pastas da prefeitura, o que configura situação de nepotismo. A decisão parte de um levantamento realizado pela 5ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional, que es...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários