A prefeita de Natividade, Martinha Rodrigues Neto, ou Professora Martinha (PTN), e seis familiares seus nomeados para cargos de secretários municipais são alvo de uma Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO). A ação desta segunda-feira, 29, pede a anulação dos atos de nomeação e a condenação dos envolvidos ao ressarcimento do dano c...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários