O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na tarde desta quitna-feira (31), em Vitória (ES), que o andamento da chamada PEC Paralela – aquela que leva a reforma da Previdência a Estados e municípios– depende de uma sinalização clara dos senadores. “Para que ela tenha apoio na Câmara precisa sair do senado com mais votos que o texto princi...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários