A empreiteira Odebrecht pagou R$ 1,5 bilhão a 77 funcionários para convencê-los a fazer delações premiadas, segundo reportagem do jornal Valor Econômico publicada nesta segunda-feira (13). Também gastou R$ 3,8 bilhões nos acordos com autoridades do Brasil, EUA e Suíça, por causa da Lava Jato. O próprio ex-presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, recebeu R$ 240...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários