A promotora Leila Maria de Oliveira, do Ministério Público de Goiás, pediu em ação civil pública, o bloqueio de bens do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e ainda o ressarcimento de R$ 3,9 bilhões aos cofres do Estado. Na ação, o tucano é acusado de conceder benefício fiscal a empresas no valor de R$ 1,3 bilhões no ano de 2014. De acordo com a ação, a concessão do pro...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários