O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) condenou o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, por propaganda eleitoral irregular em favor de Jair Bolsonaro, então candidato à Presidência pelo PSL, em 2018. A decisão tem caráter definitivo, ou seja, já não cabe mais recurso. Hang terá de pagar multa de R$ 2.000, acrescida de juros e correções a contar da dat...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários