Após um discurso proferido na Câmara Municipal de Palmas no último dia 15, o vereador Júnior Geo (PROS) é alvo de uma Ação de Indenização por Dano Moral, movida pelo prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP). Amastha acusa o parlamentar de ter feito “acusações levianas” ao falar sobre o processo de licitação para escolha de empresa para gerir o Sistema de Estacionamen...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários