Em mais um inquérito concluído na Operação Catarse, que investiga servidores suspeitos de serem fantasmas no Executivo e Legislativo estadual, a Delegacia Especializada em Investigações Criminais (DEIC) de Araguaína indiciou a irmã da deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP) Maria do Perpétuo Socorro Castelo Branco pelos crimes de peculato e falsidade ideológica. &...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários