O Ministério Público Federal no Tocantins (MPF) assevera que as inúmeras operações deflagradas em desfavor do ex-governador Marcelo Miranda (MDB), seu pai e ex-secretário estadual de Infraestrutura José Edimar Brito Miranda e de seu irmão, José Edmar Brito Miranda Júnior, não foram o suficiente para desestimulá-los a praticar novos crimes. Ao contrário disso, o MPF ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários