O governador Marcelo Miranda (PMDB) não é ordenador de despesa, a gestão é descentralizada para os secretários e chefes de autarquias e fundações. Com isso, o chefe do Executivo fica responsável pelo envio das contas consolidadas, a oitava remessa, com prazo final em abril do ano subsequente. Os prefeitos também podem adotar a mesma medida, a gestão descentralizada, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários