O ex-secretário estadual da Juventude no Tocantins, Joaquim Carlos Parente Júnior, deixou a prisão nesta sexta-feira, 10, após o juiz João Paulo Abe emitir sua liberdade provisória, condicionando o pagamento de fiança de R$ 100 mil, já quitada pelo investigado. Outra medida expressa no documento é de que Júnior não deixe a Capital por mais de 20 dias consecutivos, sem p...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários