A crise no Novo deixou uma legião de liberais em busca de uma nova alternativa partidária. Líderes que se afastaram da legenda por divergências com seu fundador, João Amoêdo, e que se recusam a abraçar a defesa do impeachment do presidente Jair Bolsonaro correm para encontrar uma casa a tempo da disputa eleitoral de 2022. Quem tem liderado essa busca por um “novo ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários