O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, disse nesta quarta-feira, 7, que a defesa do ex-presidente vai tomar medidas para evitar que Lula seja transferido para um presídio comum. "Nós não concordamos que Lula tenha que cumprir uma pena injusta, fruto de um processo fraudado, em qualquer ambiente carcerário. Espero que a gente tenha condições de reverter ou negociar i...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários