O ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) disse nesta sexta, 8, que ‘sempre defendeu a execução da condenação criminal em segunda instância e continuará defendendo’. À reportagem do Estadão, o ex-juiz da Lava Jato – maior operação já deflagrada no País contra a corrupção e lavagem de dinheiro – repercutiu a decisão do Supremo Tribunal Federal que, nesta ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários