O ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, se lançou a candidato ao Governo de São Paulo, direto de Washington, Estados Unidos, onde atua como diretor do Banco Mundial. Mas pode ser abatido pela Justiça. Ele responde a inquérito no Supremo Tribunal Federal e também pode virar réu na ação pública na Justiça Federal que envolve a Cinemateca. Weintraub é acusado pelo…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários