Os resultados da pesquisa CNT/MDA, que mostram que a avaliação negativa do governo Jair Bolsonaro saltou de 19% em fevereiro para 39,5% este mês, acenderam o sinal vermelho no Palácio do Planalto. Embora o presidente mantenha o hábito de ignorar e desqualificar sondagens, ministros e assessores da Presidência consideram os “preocupantes”. Saúde (30,6%), Meio Ambiente (26,5%) e Educação…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários