O novo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, é pressionado por artistas e cineastas para assumir a Cinemateca nacional, sediada na capital e sob tutela da apagada Secretaria de Cultura – que já foi ministério. A gestão de Hélio de Oliveira, do Governo Federal, digamos, sentou em cima dos rolos.

Som na cela

O DJ Ivis, flagrando em vídeo…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários