Eurípedes Junior, fundador do PROS, reassumiu o comando do partido após ter sido afastado da direção por conta da disputa judicial que ocorre desde 2020. A decisão liminar monocrática é do ministro Jorge Mussi, vice-presidente do STJ, após vaivém de sentenças no TJ do DF. À frente da legenda estava Marcus Holanda, outro fundador do PROS, que foi reconhecido em decisão unânime no TJDFT em…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários