A despeito da liberdade, a condenação em segunda instância que o tira do processo eleitoral faz do ex-presidente Lula da Silva peça solitária no xadrez do jogo eleitoral. Com sua prisão de 580 dias, e o PT esfacelado Brasil adentro após perder governos de Estado e a presidência, partidos tradicionalmente aliados se afastaram da legenda que há décadas encabeçou as chapas. Lula está com…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários