A compra de armas por cidadãos não-militares aumentou expressivamente após o mês de abril, quando foi lançado o novo Sistema Nacional de Armas. O número de pistolas adquiridas, por exemplo, saltou de 5.981, nos quatro primeiros meses, para 10.887 entre abril e agosto. Os dados constam em documento do Ministério da Justiça, ao qual a Coluna teve acesso, entregue…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários