Pela primeira vez desde a redemocratização o Partido dos Trabalhadores pode abrir mão de lançar candidato à Prefeitura de São Paulo, o filé-mignon de vitrine nacional com PIB maior que muitos países. Pesa a derrocada da imagem do partido e a prisão do ex-presidente Lula da Silva na Operação Lava Jato. Fontes do PT confirmam que o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo declinou de…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários