Ao criticar a derrubada de páginas pelo Facebook, o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos distorceram os critérios adotados pela empresa ao tomar a decisão, que, segundo anunciado no comunicado da plataforma, não foi baseada no teor dos conteúdos publicados, mas em comportamentos considerados nocivos ao debate público. Embora a rede de páginas alcançadas pela m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários