O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a Comissária dos Direitos Humanos das Nações Unidas, Michelle Bachelet, está "defendendo direitos humanos de vagabundos". Ele também atacou o pai da ex-presidente do Chile, morto durante a ditadura militar chilena em decorrência de torturas sofridas no cárcere. Alberto Bachelet foi um brigadeiro-general chileno da Força Aé...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários