O banqueiro André Esteves deixou na noite de ontem o prédio da superintendência da Polícia Federal no Rio rumo ao presídio Ary Franco, na zona norte da cidade. O banqueiro deixou o prédio às 22h18 numa viatura da Polícia Federal.

Durante à tarde, o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki negou o pedido de revogação de prisão feito pela defesa do banqueiro.

Um dos homens mais ricos do país, Esteves está preso desde quarta-feira suspeito de obstruir as investigações da Lava Jato. Ele e o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) são suspeitos de terem negociado a compra do acordo de delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró para não serem citados