Ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o novo procurador-geral da República, Augusto Aras, citou a defesa de minorias como uma das prioridades na atuação da PGR. Segundo ele, a instituição deve "induzir políticas públicas", e não gerir, julgar ou legislar. Aras destacou que a missão da PGR deve ser a de "induzir políticas públicas, econômicas, sociais, de defesas ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários