A Medida Provisória nº 5, que trata da jornada de trabalho dos servidores estaduais da saúde esteve em discussão no plenarinho da Assembleia Legislativa (AL) nesta quarta-feira, 27. A informação é que o polêmico texto seria votado, mas ele somente entrou em discussão devido a convocação do deputado Nilton Franco (MDB), que presidia a Comissão de Finanças. Após a conv...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários