O Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da Ordem dos Advogados da seccional da OAB no Tocantins suspendeu por um ano do exercício profissional uma advogada que atua em Palmas após a abertura de pelo menos 14 processos éticos nos quais a advogada é acusada de se apropriar do dinheiro de clientes ganhos em causas em que ela defende.

Em setembro, o JTo noticiou um desses casos, sem…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários