As irregularidades detectadas na prestação das contas de campanha de estadual Stalin Bucar (Patriota) à Assembleia nas eleições do ano passado levaram o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a desaprovar as contas prestadas pelo ex-deputado e fixar que ele pague mais de meio milhão de reais à União. Como desaprovação de contas não deixa o ex-deputado inelegível, a decisão não afetará sua…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários