Seguranças da Assembleia Legislativa confiscaram o crachá fornecido pela Casa para a jornalista Aline Sene, que atua pelo Sindicato dos Servidores Públicos (Sisepe), durante a votação vespertina dos projetos de lei que fixam a data-base dos servidores do Executivo, Judiciário, Ministério Público (MP) e Defensoria Pública.

Aline acompanhava a votação no Plenário da casa credenciada…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários