A relatora da prestação de contas do ex-juiz Marlon Reis (REDE) candidato derrotado nas eleições para governo do Tocantins em 2018 no Tribunal Regional Eleitoral intimou o político para se manifestar à corte sobre as alegações da empresa E.C.V de Alencar com relação à dívida que ela cobra do candidato, no valor de R$ 751.898,32.

Ocorre que Marlon havia levado à Justiça Eleitoral uma…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários