Titular da 9ª Promotoria de Justiça da Capital, o promotor Edson Azambuja abriu nesta quarta-feira, 21, um inquérito civil para apuar a legalidade, legitimidade e economicidade o processo de credenciamento de prestadores de serviços do Plansaúde.

A primeira providência do promotor no inquérito, ao apontar ao menos duas cláusulas que considera restritivas no edital, inseridas pelo…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários