Vai ser preciso fiscalizar o cumprimento dos “decretos da quarentena” em Palmas baixados pela Prefeitura Municipal.
 
E esta é uma realidade da crise gerda pela pandemia, cenário em que todos os negócios tentem a resultar em perdas e nasce a tentação para atitudes oportunistas, na quais quais empresários tendem a tentar manter abertas as portas do comércio para evitar prejuízo. 
 
Mas para isso, é preciso driblar os "decretos da quarentena", como sugere um dos donos de um estabeleciento do ramo de construção civil da capital. 
 
Numa mensagem distribuída no grupo do aplicativo que reúne os colaboradores ele explica como evitar aglomeração, disfarçando até na hora de estacionar os carros, porque assim irá vender muito mais e se tornar o principal fornecedor no Estado.

Fiscalização

A prefeitura de Palmas informa à coluna que irá fiscalizar o cumprimento do decreto com mobilização do pessoal da postura, Guarda Metropolitana e Trânsito.