No dia 8 de maio, o ex-juiz e candidato derrotado ao governo do Tocantins em 208 Márlon Reis (Rede) constatou em certidão emitida pela 29ª Zona Eleitoral, da capital,  que não estava quites com a Justiça Eleitoral, por conta da irregularidades em sua prestação de contas de campanha.

O advogado dele, Cloves Araújo, chegou a peticionar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE)…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários