O PSB, partido que tem o ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha como vice-presidente nacional ajuizou nesta terça-feira, 6, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra a lei estadual nº 3.462/2019, que suspende os reajustes e progressões de servidores do Tocantins por 24 meses. O…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários