Daquela decisão da Justiça Federal do dia 10 de abril deste ano que bloqueou os bens do ex-governador Marcelo Miranda (MDB), para pagar os custos da eleição suplementar em 2018, apenas um imóvel em Goiânia sofreu constrição (imóvel de matrícula nº 121550). 
 
O MPF reagiu e considerou esse cenário "incompatível com o acervo patrimonial" se comparado à…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários