Juiz da Comarca de Cristalândia, Wellington Magalhães e engenheiros ambientais do IAC/UFT, do CAOMA (Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente) do Ministério Público do Tocantins, além de representantes da Associação dos Produtores Rurais de Lagoa da Confusão e do Centro de Direitos Humanos de Cristalândia estão em inspeção judicial nas elevatórias da Bacia do Rio Formoso, nesta…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários