A juíza Cirlene Maria de Assis Santos Oliveira decretou e a Polícia Civil prendeu preventivamente nesta quinta-feira, 26, o farmacêutico Iuri Vieira Aguiar, apontado como o operador do esquema criminoso para desvio de verbas públicas de emendas parlamentares pelo Instituto Prosperar (IPROS) e empresas de fachada.

Esta é a terceira prisão preventiva de Aguiar, dessa vez,

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários