Os fundos de Proteção e Defesa Civil (Fundepc - que perdeu 83% do orçamento em relação a 2020), da Assistência Social (FEAS), com corte de 54%, e do Meio Ambiente (Fuema), com 51% e a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos com 47% estão entre os órgãos da administração estadual com maior corte proporcional em seus orçamentos para o próximo ano, segundo a proposta de Lei Orçamentária…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários