Os ex-governadores Siqueira Campos (DEM), Marcelo Miranda (MDB) e Sandoval Cardoso (SD) estão listados entre os 22 alvos de uma ação de improbidade administrativa levada à Justiça pela força-tarefa do Ministério Público (MP) do Tocantins em defesa do patrimônio público que busca condená-los por improbidade administrativa e conseguir o ressarcimento de R$ 24,1 milhões desviados, mais a multa…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários