A reforma administrativa do governo estadual trouxe a redução de cargos e da estrutura, conforme defende o staff do governador Mauro Carlesse (PHS). A Medida Provisória nº 1, republicada no dia 5 de fevereiro contendo os órgãos e cargos mostram 12 “secretarias setoriais” cujos titulares têm subsídio de R$ 13,5 mil, estabelecido pela Lei Nº 2.751/2013, não revogada pela MP.

Porém,…

Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários