Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) na sessão da 1ª Câmara, nesta terça-feira, aprovaram parecer prévio pela rejeição das contas anuais consolidadas da gestão do ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB) de 2016.

Entre as seis irregularidades principais apontadas pela Corte durante a análise do processo, segundo o relator conselheiro Manoel Pires, o ex-gestor teve…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários