Um dia antes de completar 58 anos de idade e 14 dias de prisão preventiva decretada pela Justiça Federal, o ex-governador Marcelo Miranda se licenciou de forma temporária da presidência do MDB, cargo para o qual se elegeu em convenção no dia 31 de maio deste ano.

Em carta dirigida à executiva, sua primeira manifestação pública desde a prisão, o ex-governador diz ter sido…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários