O prefeito de Palmas, Carlos Amastha(PSB), quer tirar uma licença da gestão municipal a partir de janeiro do ano que vem, de 45 dias. Ele disse que se dedicará às pautas da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), onde ocupa a vaga de vice-presidente nacional. Antes de sair, Amastha disse que fará uma reforma administrativa com o objetivo de trocar os secretários que serão candi...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários