O ex-capitão do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) Adriano da Nóbrega teria doado R$ 2 milhões em dinheiro vivo à campanha do hoje governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), em busca de proteção em investigações. A informação foi passada pela viúva do ex-policial, Júlia Lotufo, a fontes ouvidas pela reportagem da revista Veja. Witzeu n...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários