Luiz Armando Costa

Os dados da PNAD contínua trimestral divulgados ontem pelo IBGE revelam que, se a taxa de desocupados no Estado caiu de 11,4% (2º trimestre) para 10,5% (3º trimestre), ela persiste incompreensível para um PIB per capita de R$ 24 mil e 800 da previsão governamental para 2020. Ou os R$ 23 mil e 500 do PIB per capita de 2019 já quase…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários